Artigo

Compartilhando nossas emoções no relacionamento

“Não namore para casar. Case para namorar para sempre!”

Você já se sentiu desapontado, triste, frustrado, apavorado ou irado? Sabia que as emoções, tanto positivas como negativas, são necessárias?

A vida seria muito desinteressante se não tivéssemos sentimentos. Tente imaginar ver um pôr do sol, assistir a um jogo de futebol ou olhar o mar sem emoções. Imagine colocar-se ao lado da sepultura aberta de um amigo e não sentir nada.

Todos os seres humanos experimentam emoções, mas alguns casais não as compartilham. Talvez, quando crianças, lhes tenham ensinado que deveriam esconder seus sentimentos. “Homem não chora”, podem ter dito alguns pais. O casamento tem o propósito de ser um relacionamento íntimo. Se não compartilhamos emoções, inibimos a intimidade e, como resultado, criamos um distanciamento entre nós. Compartilhar emoções positivas aumentará a alegria. Compartilhar emoções negativas acalmará a dor. Deixar o cônjuge entrar no mundo interior de suas emoções construirá a intimidade em seu casamento. (G. Ch)

Comentários (0)

Envie um Comentário

Copyright 2018 Psicólogo Salomón todos os direitos reservados Desenvolvido por HR Tecnologia